5 estratégias para poupar em casa

Conheça no nosso artigo algumas dicas de poupança que pode pôr em prática em casa para evitar o desperdício.

Já diz o ditado que “no poupar é que está o ganho”. E nós não podíamos concordar mais com esta afirmação. A poupança, mesmo que possa parecer insignificante, a longo prazo irá fazer uma grande diferença num orçamento familiar. Fechar sempre as torneiras, não deixar luzes desnecessárias ligadas ou não desperdiçar comida são pequenos gestos que pode pôr em prática no seu dia-a-dia e garantimos-lhe que, ao final do mês, a sua carteira vai agradecer.

1 – Ligue apenas as luzes necessárias e não deixe aparelhos em standby

A conta da energia é uma das faturas que mais peso tem no orçamento familiar. E uma das estratégias que pode pôr em prática para poupar – e que se deve tornar um hábito – passa por ligar apenas as luzes necessárias: por exemplo, se estiver a trabalhar no escritório, não precisa de ter a luz da cozinha ligada. Aproveite as zonas de sua casa com boa iluminação natural para trabalhar e durante o dia abra as cortinas e estores para deixar entrar a luz do sol, evitando, assim, ligar luzes desnecessárias.

Para além disso, deve evitar, igualmente, deixar aparelhos em standby. Apesar de não parecer, aquela luzinha que fica sempre ligada nas televisões, na consola, ou na box, acaba por representar um gasto de energia significativo (e desnecessário) ao fim de algum tempo. Assim, opte por ter todos os aparelhos ligados a uma extensão com botão ON/OFF e, quando não precisar deles, basta apenas desligar o botão.

2 – Feche sempre as torneiras

A água não é um recurso inesgotável, mas ainda continuamos a desperdiçá-la. Mas para poupar ao fim do mês e ajudar a preservar o planeta, basta seguir um simples gesto: feche a torneira quando não precisa de água. Esta regra deve ser aplicada, por exemplo, sempre que lava os dentes e as mãos, quando toma banho e quando lava a louça ou o carro. 

3 – Não desperdice os alimentos

Hoje em dia, a grande variedade de opções que encontramos nos supermercados faz com que o desperdício de alimentos seja muito maior e, consequentemente, com que gastemos mais dinheiro sem sequer nos apercebermos. Para contrariar esta tendência, comece por fazer uma lista antes de ir às compras: dessa forma evita comprar coisas de que não precisa. Em casa, coloque os alimentos com prazos de validade quase a expirar e que se estragam rapidamente (como leite, iogurtes ou charcutaria) em zonas mais visíveis para que sejam consumidos primeiro. O mesmo se aplica aos produtos frescos, como a fruta e os legumes.

4 – Aproveite as sobras do jantar

Quantas vezes, depois do jantar, não lhe sobra comida? Em vez de a deitar ao lixo, guarde os restos (caso seja possível aproveitá-los) e reutilize-os para fazer o almoço do dia seguinte. Por exemplo, as batatas cozidas que sobraram podem ser utilizadas para fazer a sopa e o frango assado pode ser desfiado para fazer uma deliciosa salada. Basta ter alguma imaginação.

5 – Reutilize a água do banho

Quando vamos tomar duche, por norma, precisamos de esperar alguns minutos até que a água do chuveiro aqueça. Isto traduz-se num desperdício de vários litros de água que, como já referimos, não é um recurso inesgotável. Assim, considere colocar um jarro ou outro recipiente na sua banheira para que, sempre que for tomar banho, possa recolher a água fria. Depois, esta pode ser aproveitada, por exemplo, para regar as plantas.

Categorias
Sustentabilidade
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço