A música clássica parou o Vasco da Gama

Os músicos da Orquestra Geração apareceram de surpresa e tomaram conta do Centro.

O piso 0 do Vasco da Gama transformou-se num palco improvisado para um dos eventos mais surpreendentes que já passaram pelo Centro: um concerto de miúdos da Orquestra Geração. Tambores e bombos ocuparam o espaço num flash mob que deixou os clientes que por ali passavam de boca aberta.

Não se sabia o que ia acontecer, mas eram muitos os curiosos que por ali ficaram, à espera da surpresa que se adivinhava. Passava pouco das 17h quando tudo se revelou: um jovem músico começou a afinar o tímpano, e a tocar uns acordes. A ele juntaram-se alguns instrumentos de sopro.

Pouco a pouco, a música ia-se tornando mais completa com grupos de jovens a tocar violinos, violoncelos e contrabaixos, ao mesmo tempo que outros jovens com instrumentos de sopro apareciam dos vários corredores e andares do Centro.

Em menos de cinco minutos estava tudo montado: era a Orquestra Geração – o grupo de jovens que ofereceu uma tarde diferente aos que naquela tarde passaram pelo Vasco da Gama.

O concerto que contou com música clássica e alguns ritmos mais latinos faz parte do Ciclo de Orquestras, um projeto de responsabilidade social corporativa da Sonae Sierra, que pretende assegurar o livre acesso às atividades culturais por parte de jovens em risco de exclusão social e, ao mesmo tempo, sensibilizar os visitantes para a música clássica.

E assim foi. Desde que a grande orquestra se compôs, e durante cerca de 40 minutos de concerto, uma plateia de todas as idades parou o que estava a fazer, para assistir a esta surpresa musical.

Categorias
Eventos
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço