Agualusa entre os finalistas do Man Booker International

José Eduardo Agualusa é o único autor lusófono na shortlist de seis candidatos a este prestigiado prémio.

De dois em dois anos, o Man Booker International premeia um autor de ficção, de qualquer nacionalidade, com obra publicada ou com tradução em inglês. Depois de na edição anterior o moçambicano Mia Couto ter sido um dos nomes em destaque, em 2016 o angolano José Eduardo Agualusa está mesmo entre os seis finalistas deste prémio, com a obra Teoria Geral do Esquecimento.

Além do angolano, estão nomeados lena Ferrante (Itália), Han Kang (Coreia do Sul), do dissidente Yan Lianke (China), Orhan Pamuk (Turquia) e Robert Seethaler (Áustria). Segundo Boyd Tonkin, júri que encabeça os jurados deste ano, os seis finalistas selecionados mostram que os melhores livros traduzidos ultrapassam as fronteiras não só do nosso mundo mas da própria arte da ficção.

O vencedor do Man Booker International, que será anunciado a 16 de Maio, irá receber um total de 60 mil euros, a dividir com o tradutor da obra vencedora.

Carregue na imagem para conhecer todas as obras que chegaram à fase final deste prémio.

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço