Experimentei fazer as sobrancelhas com linha de algodão e fiquei fã

Uma repórter What’s On foi a uma loja Wiñk, onde experimentou pela primeira vez o threading e explica tudo o que aprendeu sobre a técnica.

Dão expressão ao olhar, usam-se grossas e bem definidas e não há desculpa para não as ter arranjadas. As sobrancelhas merecem a nossa atenção, mas esqueça a pinça e as bandas de cera: esta depilação deve ser feita com linha de algodão.

Nunca experimentei depilar as sobrancelhas com cera, seja por sempre ter ouvido dizer que cria flacidez nas pálpebras ou porque me dou bem com a depilação com pinça – não acho que doa nada. Mas apesar de não ter uma má relação com a pinça, a verdade é que desde que experimentei o threading que não quero outro método – é super delicado, natural, mais higiénico, e faz com que o pelo demore mais tempo a crescer. Além disso, o resultado é uma sobrancelha bem definida, já que além do pelo, o método permite arrancar qualquer penugem existente junto às sobrancelhas.

Mas vamos por partes. Primeiro importa explicar em que consiste o threading. É uma técnica oriunda do médio oriente e do sudeste asiático que utiliza apenas um fio 100% de algodão para arrancar o pelo pela raiz. É a técnica mais higiénica e menos invasiva, já que não toca na pele, nem a repuxa, queima ou deixa marcas. Por isso é indicado até para peles sensíveis ou para quem esteja a fazer algum tipo de tratamento de pele. Disseram-me que é o método menos doloroso e que vai doendo menos com a frequência. Parecia só conversa de vendedor, mas realmente não senti qualquer dor. O facto de estar recostada numa cadeira com suporte para a cabeça talvez tenha ajudado.

Confesso que fiquei fã. As lojas Wiñk– onde apenas este método é utilizado – assemelham-se um pouco a um cabeleireiro, com várias cadeiras e espelhos em frente a cada uma. A especialista que faz o tratamento fica por detrás ou ao lado da cliente e nunca toca na pele da mesma: o contato é feito apenas com a linha, que é descartável.

Antes da depilação propriamente dita, a técnica limpa as sobrancelhas com uma água micelar, para tirar qualquer resíduo de produto que tenhamos colocado. Após a depilação, que demora cerca de 10 minutos, corrige a sobrancelha com o Lift and Draw, um lápis de cor universal, indicado para qualquer tipo de coloração. A outra parte do lápis funciona para iluminar e dar uma melhor definição ao formato da sobrancelha.

O serviço é finalizado com o Brow Fix, um fixante de sobrancelhas que penteia os pelos, ao mesmo tempo que define a sobrancelha. Fiquei bastante satisfeita com o resultado final: uma sobrancelha natural e grossa, mas arranjada. É este o tipo que mais se adapta ao rosto, mas a forma pode variar mediante a fisionomia e gosto pessoal da cliente.

O threading está disponível nas lojas e quiosques Wiñk e tem o custo de 9€. Quanto aos produtos utilizados, também estão disponíveis em qualquer espaço Wiñk: o lápis Lift & Draw custa 12,50€, o desmaquilhante Make up Remover, 12,90€ e o fixante Brow Fix tem o custo de 10€.

Categorias
Beleza
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço