O melhor livro do ano pode ser escolhido por si

A Bertrand lançou um concurso para escolher a melhor obra de 2016 e está a contar com a participação de leitores e livreiros. O vencedor será conhecido em fevereiro.

A Bertrand acaba de criar um novo prémio literário — o Prémio Livro do Ano, em que é eleita a obra que conquistou maior destaque durante o ano de 2016.

A votação arrancou no passado dia 20 de dezembro e é aberta a todos os clientes e livreiros, que podem votar naquele que consideram ser o seu livro preferido dos 55 já pré-selecionados, publicados nos últimos 12 meses. Esta primeira escolha de obras teve a ajuda dos jornalistas José Mário Silva e Anabela Mota Ribeiro que escolheram, cada um, cinco títulos.

Em concurso estão obras que têm vindo a conquistar lugar nos best-sellers, como “O Evangelho Segundo Lázaro” de Richard Zmiler, “Homens Imprudentemente poéticos” de Valter Hugo Mãe, “Vaticanum” de José Rodrigues dos Santos, “Como Vento Selvagem” de Sveva Casati Modignani ou “História de Um Canalha” de Júlia Navarro.

Depois de votar no seu preferido, é só esperar que o resultado seja divulgado em fevereiro. Seja qual for a obra escolhida, vai ser considerada como livro do ano. Atenção que a votação só pode ser feita por leitores da Bertrand sendo que a votação é feita por meio de um convite enviado pela livraria a todos os seus clientes.

Os dez livros finalistas serão conhecidos em meados de janeiro. O vencedor será conhecido em fevereiro e ficará em destaque nas livrarias Bertrand.

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço