20 anos FNAC. Duas décadas a celebrar a cultura!

Hoje, dia 28 de fevereiro, celebram-se duas décadas de FNAC em Portugal, uma loja que veio revolucionar a forma como nos relacionamos com a cultura. A festa faz-se de norte a sul do país com concertos inesquecíveis.

Há um antes e um depois do dia 28 de fevereiro de 1998. Exatamente nessa data, a FNAC abria a sua primeira loja em Portugal. A partir deste momento, o público passou a ter um acesso muito mais livre à cultura. Em todas as lojas da marca que foram abrindo era possível ver curiosos a escutarem pela primeira vez um CD ou a lerem as primeiras páginas de um livro antes da decisão da compra. Mas não foi só o livre acesso a produtos e serviços que chamou a atenção na FNAC, a qualidade do atendimento, protagonizado por profissionais qualificados, foi sempre uma tónica importante. Quantas vezes bastou um refrão para que nos indicassem qual o CD que procurávamos?

Mas a chegada da FNAC a Portugal atirou uma terceira pedrada no charco da cultura. De repente, artistas e público estavam juntos em concertos, lançamentos de livros, apresentação de novos produtos – tudo de forma gratuita e de acesso livre.

Foi justamente com isto em mente que, para este dia 28 de fevereiro, data oficial da comemoração destas duas décadas, a FNAC promove mais de 12 horas de concertos surpresa, no continente e na Madeira, com alguns dos artistas mais aclamados pelo público. Tudo com o lema “Mais perto e fazias parte da banda”.

Com esta ação, a FNAC promove várias atuações de 30 minutos, de norte a sul do país, em locais inesperados como mercados, universidades, transportes públicos e, claro, centros comerciais. “Neste dia de festa transpomos para as ruas do nosso país aquilo que mais gostamos de fazer todo o ano nos fóruns FNAC, promover cultura acessível, gratuita e numa lógica de proximidade entre o público e os artistas. Esta ação é, acima de tudo, a nossa homenagem e agradecimento aos artistas e aos portugueses pelos 20 anos de preferência”, explica Inês Condeço, diretora de comunicação da FNAC Portugal.

O primeiro concerto do dia acontece na Estação do Oriente em Lisboa, com a banda The Legendary Tigerman, às 9h. Segue-se o artista Luiz Caracol, que atuará na Estação do Cais do Sodré, pelas 9h30. Às 10h, no Mercado dos Lavradores da Madeira, sobe ao palco Ême. A festa continua pelo norte do país, na estação de São Bento, no Porto, onde as pessoas serão surpreendidas às 12h, com o concerto da artista cabo-verdiana Lucibela. A banda Plastic People, vencedores do concurso EDP Live Band de 2017, atua às 13h no Campus de Gualtar, da Universidade do Minho, em Braga. O cantor revelação, Paulo Sousa, vai estar às 16h30 na Escola de Arquitetura da Universidade do Minho, em Guimarães, e os D.A.M.A vão surpreender os estudantes da Universidade de Évora, pelas 18h. Novamente pela capital, o Aeroporto de Lisboa é o palco escolhido para receber o ritmo e a sonoridade de Sara Tavares, que vai interpretar as músicas do seu álbum “Fitxadu”, às 14h30. As celebrações decorrem depois na Estação de Comboios de Cascais, com o B Fachada, às 17h, e no Terminal Fluvial de Cacilhas (Almada), com os The Black Mamba, às 17h30. Boa festa!

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço