Skincare: como tornar a sua rotina mais sustentável

Conheça cinco sugestões simples para tornar a sua rotina de cuidado da pele mais amiga do ambiente.

As questões ambientais estão na ordem do dia e é cada vez maior a preocupação com o planeta. Da reciclagem à redução no uso de combustíveis fósseis, as pessoas estão a adotar estilos de vida mais ecológicos e a fazer escolhas mais sustentáveis para o meio ambiente.

E para além das medidas já conhecidas e habituais – como preferir produtos com menos plástico, optar por escovas de dentes de bambu, usar palhinhas de metal ou silicone, ou escolher marcas de roupa eticamente responsáveis – há um outro aspeto na nossa vida que podemos mudar para sermos ainda mais amigos do ambiente: a rotina de skincare.

Para muitas mulheres, cuidar da pele é uma tarefa que exige uma grande quantidade de passos e que, consequentemente, gera um desperdício enorme, seja porque se opta por produtos que vêm em embalagens que não podem ser recicladas, ou por causa dos produtos de uso único. Assim, damos-lhe a conhecer cinco passos que pode seguir para tornar a sua rotina mais simples e ao mesmo tempo mais consciente.

Evite produtos de uso único

Toalhitas desmaquilhantes, discos de algodão e cotonetes são habituais nas rotinas de beleza de muitas mulheres. No entanto, são produtos que geram bastante lixo, pois só são usados uma vez. A maior parte das toalhitas, por exemplo, é feita de poliéster, que pode demorar centenas de anos a decompor-se. Já o algodão, apesar de ser compostável, envolve um uso muito elevado de água e componentes tóxicos no seu processo de fabrico. E as hastes de plástico dos cotonetes podem ir parar aos oceanos, prejudicando a vida marinha. Contudo, há já alternativas no mercado, como toalhitas biodegradáveis e cotonetes com hastes de bambu. No caso do algodão, evite ao máximo o seu uso, e pode optar, em alternativa, por discos feitos em tecido que são laváveis e reutilizáveis.

Para além destes produtos, há outros que fazem parte da rotina de skincare e que podem ser muito prejudiciais ao ambiente, como as máscaras faciais que vêm em embalagens de uso único. Se tem por hábito usar estes produtos no seu dia-a-dia, prefira as embalagens maiores e feitas com materiais que podem ser reciclados ou reutilizados, como o vidro, o papelão, o alumínio ou o plástico reciclável.

Opte por cosméticos sólidos

Apesar de o seu uso ainda não estar massificado, há cada vez mais pessoas a optar pelos cosméticos em barra. Os produtos para o cabelo foram os primeiros a aparecer, mas já existem no mercado opções tão variadas como desodorizantes, sabões de limpeza ou tónicos em versão sólida. Estes produtos são mais sustentáveis, já que vêm em embalagens feitas de papel reciclável ou compostável.

Tenha em atenção a lista de ingredientes

Os recursos do planeta não são infinitos. A exploração descontrolada de plantas para se conseguir ingredientes para a criação de cosméticos tem consequências devastadoras para o ambiente e, além disso, estes recursos são limitados e, mais cedo ou mais tarde, vão-se esgotar. O óleo de argão, por exemplo, tomou de assalto a indústria cosmética, mas há um limite à quantidade deste ingrediente que se pode produzir. Assim, quando for comprar os seus cremes, tónicos e máscaras, tenha em atenção o que está escrito na lista de ingredientes: troque o óleo de argão pelo de abissínia e prefira os produtos à base de extratos marinhos e algas.

Use o produto ao máximo

Quando um produto chega, aparentemente, ao fim, o normal a fazer é deitar a embalagem fora, principalmente se for de tubo. No entanto, podemos garantir-lhe que lá dentro ainda há bastante produto para mais umas quantas aplicações. O truque é pegar numa tesoura e cortar a embalagem ao meio para aproveitar tudo até ao fim. Esta é uma regra que vai poupar muito o ambiente e a sua carteira.

Por outro lado, se comprou um produto mas não se conseguiu adaptar, há formas de lhe dar um novo uso: um creme facial pode passar a ser usado no corpo, por exemplo. Em última alternativa, pode também dar o produto a outra pessoa.

Escolha marcas ecologicamente responsáveis

Hoje em dia é fácil saber que marcas escolhem os ingredientes e as embalagens mais sustentáveis. Por norma, todos os produtos ecologicamente responsáveis têm essa indicação na embalagem, pelo que poderá facilmente decidir quais são as melhores opções. Para além disso, assegure-se também que a marca não faz testes em animais. E caso não encontre essa indicação na embalagem, basta ir ao site da marca pesquisar.

Categorias
Sustentabilidade
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço